The book of Negroes




Ontem, assisti de uma tacada só os 6 episódios dessa série, conta a história épica de uma mulher africana, Aminata Diallo, que é vendida como escrava para os Estados Unidos, mas que sonha com sua liberdade e com a volta para casa. Mostra todo o drama que ela vive durante esses anos de escravidão, suas alegrias, dores e perdas.



Uma série dramática, épica, retrata o sofrimento dos negros que são arrancados a força de sua terra e levados como animais. Algumas cenas de tão triste é difícil conter as lágrimas. A série toda carrega aquele ar de tristeza e desolação. Mas vale a pena ser vista.




O Livro





Pesquisando na net, li que a série foi baseada num livro e lá pelos idos de 2011 um grupo holandês que diz representar as vítimas da escravidão no Suriname queria queimar esse livro.
O motivo é simplesmente por conta do título: o termo Negroes, de “The Book of Negroes”, equivale ao “nigger” americano e carrega um tom pejorativo, devendo, segundo o grupo, ser banido do vocabulário holandês.
Vale ressaltar que o nome  é uma referência a um documento histórico: The Book of Negroes registra informações dos escravos que lutaram pela Coroa Britânica na Revolução Americana, e tal documento está presente de forma decisiva na trama do livro.

10 comentários:

  1. Puxa, de uma tacada só? Deve ser bom mesmo! Eu fico com pregos na b.... e não aguento muito ficar sentada,rs... Bom que nos achamos! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Chica eu uso notebook, então assisto sentada no sofá ou deitada na cama, bem confortável rs

      Excluir
  2. Gosto de histórias verídicas.
    Já assisti outros filmes que retratam a escravidão e me entristeceu também a crueldade.
    Garta pela visita. Volte sempre.

    ResponderExcluir
  3. Oi Flá,
    Esse filme deve ser bom, embora seja triste por retratar uma realidade tão cruel.
    Tem um outro mais ou menos nesse estilo aquele 100 Anos de Escravidão já viu?
    Big Beijos
    Lulu on the Sky

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É 12 anos de escravidão, Lulu. Já li o livro, o filme ainda não vi.

      Excluir
  4. Parece bem interessante a série. Certamente muito difícil de assistir, mas deve trazer belas reflexões.

    ResponderExcluir
  5. Muito interessante, não conheço essa série, vou procurar saber mais!

    Obrigada pela visita! :)

    ResponderExcluir
  6. Flávia, que bom que está de volta!
    Parece bom, fiquei interessada em ler o livro.

    Beijossssssss
    ┌──»ʍi૮ђα ツ

    ResponderExcluir
  7. Oi, Flávia!
    Vale dizer que Aminata Diallo não é um personagem real e isso o autor do livro Lawrence Hill deixou bem claro. Ele apenas se inspirou em documentos do governo britânico que tem listado os nomes de cerca de 3 mil negros que contribuíram com a Coroa durante a Revolução Americana e que como recompensa foram enviados para o Canadá em liberdade.
    O título é mesmo esquisito, mas depois que você fica sabendo que também é título da lista do governo britânico, você compreende o título.
    Bem-vinda à blogosfera novamente!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  8. Flávia, seu feed está com problemas. Quando atualizo cai em uma postagem de 55dias atrás e que você pelo jeito deletou.
    http://flaviapardal.blogspot.com.br/2015/04/ache-as-bandas-brasileiras-nessa-imagem.html

    ResponderExcluir